Translate

sábado, 8 de julho de 2017

RESENHA CINEMA: Homem-Aranha: De Volta ao Lar (Spider-Man: Homecoming, 2017).

HOMEM-ARANHA: DE VOLTA AO LAR (Spider-Man: Homecoming, 2017).

Direção: Jon Watts
Roteiro: Jon Watts, Jonathan Goldstein, John Francis Daley, Christopher Ford, Chris McKenna, Erik Sommers
Elenco: Tom Holland, Michael Keaton, Marisa Tomei, Jacob Batalon, Laura Harrier, Zendaya, Tony Revolori, Bokeem Woodbine, Michael Chernus, Robert Downey Jr., Jon Favreau,

A empresa de Adrian Toomes (Michael Keaton) havia sido contratada pela Prefeitura de Nova Iorque para assumir os danos causados pelas batalhas travadas entre os Vingadores e seus inimigos, mas a Agência de Controle de Danos, financiada pelas Indústrias Stark, assume o lugar deles, deixando-os sem serviços e fazendo-os investir em outro mercado, que se demonstrou mais lucrativo.
Enquanto isso, no subúrbio da Grande Maçã, o jovem Peter Parker (Tom Holland), descobre-se sendo convocado por Tony Stark (Robert Downey Jr.), o Homem-de-Ferro, e é levado para Berlim por Happy Hogan (Jon Favreau), onde ganha um novo traje e torna-se um novo aliado ao enfrentar o Capitão América. Quando retorna, Stark lhe deixa ficar com o traje e, com isso, o Homem-Aranha ganha um visual bem mais hi-tech. Só que os problemas mal começam e ele já tem de enfrentar novos inimigos e problemas que a cada momento demonstram o quanto grandes poderes trazem grandes responsabilidades.
O final desse resumo descreve o quão fiel os roteiristas e o diretor procuraram ser com a mitologia do Homem-Aranha. “Homem-Aranha: De Volta ao Lar” hoje, para mim, tornou-se o melhor filme baseado no Amigo da Vizinhança. Tem a ação certa, os momentos de humor são bem feitos, sem parecerem coisas empurradas para você engolir e dar aquela risadinha amarela.
Tom Holland demonstrou, mais uma vez, seu talento como ator. Ele está dinâmico e não exagera e não força uma timidez ou mesmo sua espontaneidade. Seu melhor amigo nesse filme, Ned Leeds – nos quadrinhos, Leeds é o Duende Macabro, um dos piores inimigos do Cabeça-de-Teia –, interpretado pelo ator Jacob Batalon dá a dosagem certa de amigo/parceiro/assistente. E não pensem que ele é a solução de todas as habilidades de Peter no filme, pelo contrário, a cada momento aparece a inteligência natural de Parker, seja dentro ou fora da sala-de-aula. E a participação de Tony Stark/Homem-de-Ferro? Ele somente aparece quando necessário. O personagem interpretado por Robert Downey Jr. serve como o “Grilo Falante” irônico. Ele está ali para mostrar ao Peter que ele não precisa se assemelhar a nenhum outro super-herói, mas ser ele mesmo. Que ele e mais capaz do que imagina.
Do lado do antagonista temos Adrian Toomes, o Abutre, interpretado pelo ator Michael Keaton, que já é bem conhecido do universo de super-heróis no cinema, graças a sua interpretação de Batman/Bruce Wayne nos filmes de Tim Burton. Keaton dá o tom de um vilão determinado, cujo o objetivo não é a destruição de ninguém, mas ganhar dinheiro. Ele é um ladrão, mas um ladrão avançado, que faz uso das mais altas tecnologias para conseguir o que deseja. Seus aliados, principalmente o Consertador e Shocker, interpretados por Michael Chernus e Bokeem Woodbine, respectivamente, têm os mesmos objetivos e aceitam seguir sobre sua liderança, sem questionar suas formas de condutas para conseguir o que deseja, as vezes fazendo-o se tornar ainda pior.
Já as participações de outros personagens se tornam bem coadjuvantes, como a Tia May Parker, interpretada pela belíssima e talentosa Marisa Tomei. Ela serve mais como uma ligação familiar de Peter, as vezes pronta para aconselhar o sobrinho quando ele precisa. As aparições de tia May são bem determinantes e pequenas. Já personagens como Flash Thompson, interpretado pelo ator Tony Revolori, que é um diferente bully nesse filme, Liz, interpretada pela atriz Laura Harrier, interesse romântico de Peter, e Michelle, interpretada pela atriz/cantora Zendaya, que é faz a colega mala de Peter, aparecem para compor o elenco e mostrar o quanto esse novo universo do Homem-Aranha poderá ser expansivo e diferenciado dos outros.

Não vou entrar em comparações desse filme com seu antecessores, pois cada ator deu sua visão do Homem-Aranha, bem como cada diretor e roteirista, também, mas com certeza “Homem-Aranha: De Volta ao Lar” é um excelente surpresa e supera todas as expectativas, trazendo-nos um Homem-Aranha que comporá o Universo Cinemático Marvel da forma como o personagem merece.